• IMG_2630
  • ReynoldsHF-ElenAP Cropped(1)_0

Escolhendo a Host Family

Todas sabem o quanto é difícil a fase de escolha de uma família. O desespero bate quando muitas Au Pairs esperam meses com o perfil on-line e não aparece sequer uma família, levando-as a tomar decisões precipitadas. Por este motivo, milhares de meninas entram em rematch e se arrependem de ter escolhido a família errada.

Afinal, como escolher a host family? Existe mesmo aquele feeling? Como ter a host family perfeita e um ano inesquecível?

ReynoldsHF-ElenAP Cropped(1)_0

Essas perguntas estão diariamente na cabeça das meninas e meninos iniciantes do programa e provocam muito nervosismo. O medo maior é de como será o tratamento da Au Pair, como as crianças reagirão ou como os pais a receberão.

Não existe um roteiro específico para se seguir para encontrar a família perfeita, mas podemos compartilhar dicas preciosas que deixarão muitas(os) mais tranquilos para tomar essa decisão tão importante.

Em primeiro lugar, você deve ser seguro diante das suas qualificações e o que você quer. Por exemplo: a família está procurando alguém que tenha experiência com recém nascidos. Se você não possui o que eles querem, o melhor é ser honesto e não assumir esta responsabilidade. Você deve ter em mente que isso é uma entrevista real e que você não quer fazer algo que não sabe, não é mesmo?

Seja objetivo com o que você quer e abra o jogo com a família.
Se a família é vegetariana e você não vive sem carne, diga que não está disposto a ficar um ano ou dois sem, e que isso faz parte da sua dieta alimentar. Isso tudo depende da conversa.

Demonstre o quanto você é responsável. Se você era responsável diariamente por diversas tarefas em sua casa e fora, seja na faculdade, trabalho ou trabalho com as crianças, ponha isso em seu perfil e mostre a eles. Não tenha vergonha de dizer que voce fazia as compras, ou limpava a casa inteira, isso demonstra o quanto você é maduro e confiante no que faz.

IMG_2630Não exija algo que você acha que merece. Você por acaso exigia de seus pais que você tivesse um quarto grande, ou um carro, um iphone, ou macbook, ou caviar e champanhe? Não! Atá porque você sabe o quão difícil e sacrificante é comprar ou ter tudo isso, certo? Então, não é porque a host family demonstra ser rica e promete te dar mundos e fundos que eles serão bons.
Muitas meninas tem tudo e muito mais, no entanto são infelizes porque não possuem o mínimo de amor ou cumplicidade da host family. Siga o que está no contrato e apenas exija os seus direitos, porque as demais coisas serão acrescentadas. Já vi historias de Au Pairs que tinham boas host family, mas que não possuíam muitos bens materiais, e a Au Pair reclamava que não tinha carro sempre, que não tinha isso ou aquilo e acabou trocando de família. Vamos ser no mínimo sensatas e perceber que mais vale uma família boa do que uma ruim com fortuna.

Pergunte. Se você tem dúvida sobre qualquer situação, desde se a criança tem alergia até o horário que você pode ligar o secador e fazer barulho, pergunte!!! Isso é essencial e abre portas para um relacionamento amigável com a host family. Lembre-se que eles também te perguntarão sem vergonha se você é uma pessoa limpa ou não. Acreditem, perguntar salva muitas meninas (e meninos!) de um futuro rematch.

Se possível, converse com a última Au Pair da família. Sim, às vezes isso conta muito, mas atenção: só converse com a ULTIMA Au Pair, não permita que a família peça para você conversar com a primeira ou a favorita, isso pode mudar tudo.
Algo aconteceu comigo e quero compartilhar com vocês exatamente sobre isso: Conversei com a primeira au pair da família que havia trabalhado com eles há exatamente 7 anos. Loucura, não é? Acreditei em tudo o que ela falou e me dei mal, percebi que as coisas eram bem diferentes do que ela havia me dito e isso me deixou cada vez mais infeliz. E como era previsível rolou o rematch, sem dúvidas.

Faça o máximo de perguntas e tente esclarecer ao máximo suas dúvidas em relação a família e você não vai se arrepender.

Não escolha a família por número de crianças. Muitas vezes ter milhões de crianças para cuidar é sacrificante – mas gratificante! -, porque muitos pais reconhecem o seu trabalho e você acaba sendo um membro muito importante para família a ponto de ser convidado a conviver com eles “para sempre”. Bom, para algumas meninas isso faz todo sentido.

Resumindo, você saberá escolher a familia perfeita para você, independente de número de crianças, cachorros, ricos ou pobres, gays ou heteros, com religião ou sem, o mais importante é que esta família seja escolhida com sabedoria e humildade. Eu acredito que da mesma forma que Deus nos conduz a termos a nossa real família, Ele também nos guia para a host family.
Até porque este é o ano que marcará para sempre a sua história e será algo inesquecível.

Lembre-se, ninguém é perfeito e nem precisa ser!
Apenas dê o melhor de si e dessa forma você terá maturidade o suficiente para seguir o caminho destinado a você.


image1Ana Carolina Alcantara
Biografia:
Nasceu em São Paulo capital é Advogada, formada na Universidade São Francisco, estagiou na Receita Federal do Brasil e no Tribunal de Justica do Estado de São Paulo; Atriz cursando teatro na USF, já apresentou 5 peças, dentre elas “Família quase vende tudo” ao qual estrelou e participou na produção da peça. Formada no curso de corretor de imóveis, atualmente cursa Direito Constitucional na Universidade de Stanford, Califórnia, foi professora voluntária de inglês e gramática em projetos sociais, atualmente trabalha como Au pair nos Estados Unidos. Tempos livre gosta de ler e escrever; escreveu um livro de romance ainda não publicado, inspirado no seu escritor favorito Nicholas Sparks. Gosta de cantar e aprender coisas novas. Apaixonada por música, teatro, cinema e moda.

Add your comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *